Entre Damas

Mundo Feminino

Tag: bar

DIY: Estante-bar

Westwing_Mood_Safari_RETOUCHED

Você tem algumas gavetas antigas em casa de uma cômoda velha da sua mãe ou da sua avó que já não servem para mais nada? Bom, a designer Isabella Torquato mostrou que servem e muito.

Para quem não tem espaço e muito menos dinheiro para fazer um barzinho em casa, essa ideia vai servir perfeitamente. Isabella transformou suas gavetas em uma estante-bar absurdamente linda!

O que você vai precisar:

  • Gavetas
  • Lixa
  • Pincel macio
  • Rolo
  • Esmalte à base d’àgua (cor de sua preferência)
  • Pano umedecido
  • Massa para madeira (caso você opte por retirar os puxadores das gavetas)

 

Olha só como é super fácil, simples e rápido de fazer:

 

passo1

passo2

passo22

passo3

passo4

Pinte os detalhes com pincel para alcançar os cantos e o centro com rolinho!

passo44

passo444

passo5

Para finalizar, é só colocar uma gaveta em cima da outra e pronto! Para uma segurança maior, parafuse com uma parafusadeira no encontro de uma gaveta e outra.

E… tcharan!

Olha que resultado lindo!

1

2

Teimosa

Westwing_Mood_Safari_RETOUCHED

Sussega menina. Tenho certeza que isso tudo não passa apenas de uma das suas crises de “paixão pela metade”, e que pra variar, vai passar rapidinho. Caso não passe essa semana, da outra não escapa. Fica quietinha tá? Toda essa agonia dentro do seu peito é só mais uma prova que as borboletas ainda se mantém vivas dentro de ti. Talvez seja hora de ir embora não? Vai logo, porque já tá bem tarde. Você já viu que por hoje, não vai render muita coisa não. Vai, e prometa voltar. Quando se distrair , mais uma vezes, desse pequeno problema.

É muita gente tentando resolver pra você. Achando que estão certas, e que você exagera. No fim, ninguém tá muito afim de ouvir conselhos desmedidos, eu na verdade, nunca os escuto. Você já se virou o bastante por hoje. Sufocou e tentou deixar de lado. Só por uns minutos. Pouco tempo. Agora resolveu dar volta por cima, e abriu um sorriso, e não tem idéia da onde arrumou essa confusão mental toda. Você gosta de brincar, então, vai brincar.  Jogar.

Faça ele se entregar, mas, se ele se entregar , estraga a brincadeira né? Perde a graça. Vai dizer que você não anda com saudades? A pergunta pode ser respondida com um sim ou um não. Já entendi, você não vai deixar barato. Não vai embora enquanto não vê-lo implorar. Sempre que o vê, ataca, seja por vontade, ou apenas ciúmes de alguém ser mais rápida. Ou nada disso. Talvez nem você saiba né? Você não gosta das coisas em ordem, e adora bagunçar a já tão pouco arrumada cabeça dele. Deixa uma bagunça. Ele é sua bagunça. Já desistiu de concertar, e olha que mal tentou. Ele se desorienta ,te leva junto. Sempre te deixa contra a parede, em cima do muro. No fim das contas, todos nós sabemos muito bem que não adianta você resistir, ele te leva feito onda pro mar, e você acaba se deixando levar. Só disfarça, fingindo seguir sua própria linha de raciocínio. Você bate o pé, e ele sorri. Teimosa. Ele liga o teu motor, e você freia, como se você realmente quisesse parar. Mas ele sabe bem como te dirigir.

Agora, sussega vai. Você ganhou mais uma noite. Mas você já sabia né? Você sempre sabe. 

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén